A História dos Chapéus

O termo chapéu vem do latim antigo,cappa, que tem como significado: peça usada para cobrir a cabeça. A primeira peça digna de ser considerada um chapéu surgiu em 2000 a.C. tendo sido inventada pelos gregos, e era conhecida como Pétaso. Nas primeiras décadas do século XX os chapéus mudaram pouco em comparação aos chapéus femininos que ganharam diversos tipos e variações. Atualmente o chapéu caiu em desuso, deixando de ser peça fundamental no visual para ser um acessório usado eventualmente ou então como um complemento para um look.
Saiba mais sobre chapéus, acesse: Chapéus – Histórias e Modelos

Quer saber quais são os modelos de chapéus mais utilizados da atualidade?

Chapéu Fedora

O Fedora, também chamado de Borsalino é um tipo de chapéu produzido em feltro, que fez grande sucesso no século XX. Os chapéus com a copa em formato de C, com uma depressão na parte central, costumam levar esse nome.

Chapéu Floppy

Bastante recomendado pelos dermatologistas, o modelo Floppy é uma tendência europeia que circula desde os anos 60, e que além de agregar estilo, tem abas longas que protegem completamente o seu rosto do sol. É o queridinho das fashionistas e estrelas da moda e TV, também por ter sido uma peça ícone dos anos 70, já que celebridades como Brigitte Bardot apareceram publicamente utilizando o chapéu.

Chapéu Coco

O chapéu Coco possui um material duro, de copa redonda e aba curvada nas laterais. Foi bastante usado pelos homens no fim do século XIX e na Inglaterra, após a Primeira Guerra Mundial, passou a ser aceito em ocasiões formais, substituindo a cartola. Apesar de raramente usado hoje em dia, faz parte da indumentária típica das mulheres bolivianas, as chamadas cholitas. Também se tornou bastante característico, porque era o mesmo modelo que Charles Chaplin utilizou durante sua carreira, em diversos papéis.

Chapéu Pork Pie

O Pork Pie se tornou popular pelos músicos negros de jazz. Esses homens saíram do sul dos Estados Unidos e carregaram os chapéus que usavam nas igrejas, aos domingos, e nos campos de colheita de algodão. O Pork Pie é o modelo mais simpático quando o assunto é chapéu: pequeno, com abas curtas e, na maioria das vezes, feito de material escuro.

Chapéu Panamá

O chapéu Panamá, apesar do nome, foi fabricado no Equador onde é conhecido como ‘El Fino’. Costuma ser confeccionado em palha trançada, com abas médias e copas amassadas. Começou a ser usado em 1906, e também foi um acessório característico do famoso aviador Santos Dumont. A princípio era um um produto exclusivamente masculino, mas atualmente é usado também por mulheres, principalmente no verão, devido sua simbologia tropical.

Gostou de conhecer um pouquinho mais sobre a história dos chapéus e os tipos de chapéu mais famosos? Quer saber onde comprar um desses? Na Chapelaria Vintage você estes e muitos outros modelos de chapéus, por um ótimo preço. #FicaaDica